Ateroesclerose

O Que e Ateroesclerose ?

A arteriosclerose é um tipo menos comum de doença vascular que afecta principalmente as camadas interna e média das paredes de pequenas artérias (arteríolas) musculares. Essa doença afecta principalmente indivíduos com hipertensão arterial.

Como se desenvolve a ateroesclerose?

A aterosclerose começa quando os monócitos (um tipo de leucócito) migram da corrente sanguínea para a parede arterial e transformam em células que acumulam material gorduroso. No decorrer do tempo, ocorre a formação de um espessamento irregular (placa) no revestimento interno da artéria.

Quais são os factores de risco para a aterosclerose?

Estudos identificaram que certos indivíduos têm maior propensão ao desenvolvimento dessa doença. São aqueles que apresentam os chamados factores de risco para aterosclerose, como o tabagismo, a alteração dos lípidos ou gorduras sanguíneas (colesterol e/ou triglicerideos), o aumento da pressão arterial, a diabetes, a obesidade, a vida sedentária e stress emocional.

Idosos, indivíduos do sexo masculino, mulheres após a menopausa e pessoas com antecedentes familiares de aterosclerose também têm maior tendência a desenvolver a doença.

Como a aterosclerose pode comprometer o organismo?

A aterosclerose pode afectar as artérias de órgãos vitais como o cérebro, coração e rins.

Se a aterosclerose não for evitada, ela pode comprometer o funcionamento desses órgãos e até mesmo levar à morte. A aterosclerose pode causar derrame cerebral, enfarte do coração, claudicação intermitente etc.

Nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, como o Brasil, a aterosclerose é a principal causa de doenças e óbitos na população de mais de 50 anos.

Como evitar a aterosclerose?

A aterosclerose pode ser evitada combatendo-se os factores de risco – nível de colesterol alto no sangue, hipertensão arterial, tabagismo, obesidade e sedentarismo, ou seja, dependendo do factor de risco do indivíduo, a prevenção consiste em diminuir o nível de colesterol no sangue, diminuir a pressão sanguínea, deixar de fumar, perder peso ou começar um programa de exercícios.

Evitar alimentos que produzem aumento de colesterol no sangue (os alimentos de origem animal – carnes e derivados, frutos do mar, leites e derivados, etc.) e ingerir alimentos sem colesterol (frutas, legumes, verduras, tubérculos e cereais) são hábitos que contribuem para controlar o nível de colesterol no sangue.

A prática de exercícios pode levar à redução de peso, que por sua vez ajuda a diminuir o nível de colesterol no sangue.

Parar de fumar ajuda a diminuir o nível de colesterol no sangue e a diminuir a pressão sanguínea. O fumo diminui o nível de “colesterol bom” no sangue – HDL colesterol – e aumenta o nível de “colesterol ruim” no sangue – LDL colesterol, contrai a parede arterial, diminuindo ainda mais o fluxo sanguíneo na artéria já obstruída pelo colesterol.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s